Blog

Portaria Virtual, O que é e como instalar!

05 de Novembro de 2018
Portaria Virtual, O que é e como instalar!

Objetivos da Portaria Virtual - 

Portaria Virtual, Portaria Remota ou Portaria Inteligente, são praticamente sinônimos e têm como principais objetivos aumentar a segurança dos condomínios, melhorando o controle e registro de acessos e reduzir custos, através da substituição de porteiros presenciais por porteiros remotos.

 

O que é Portaria Virtual - 

A Portaria Virtual nada mais é que a gestão de controle de acesso de pedestres e veículos pela Central de Monitoramento, através de acionamento remoto de portas e portões e registro de imagens, vozes e eventos de acesso.

 

Formas de acesso - 

Moradores e Funcionários: Através de biometria, como digital ou facial, que dependem do nível de segurança desejado. Outras opções menos seguras são os cartões ou chaveiros de proximidade e os teclados com senhas. Os veículos acessam através de TAG ou controles remotos com identificação.

Visitantes: Após autorização da Central de Monitoramento, que confere as imagens, registra o visitante e pede autorização ao morador.

 

Partes do sistema - 

Além dos leitores biométricos para acesso, o sistema conta com as seguintes partes principais:

Clausura com inter-travamento dos portões: permite maior segurança ao identificar pessoas que pegam “carona”, através do inter-travamento dos acessos. Nos prédios onde não existe esse sistema é feito estudo para viabilização.

Câmeras: permitem a visualização remota pelo operador da Central de Monitoramento, assim como a gravação das ocorrências.

Alarme e cerca elétrica: para proteção contra invasões pelos muros ou acionamento de botão de pânico silencioso.

Internet: a fibra óptica é mais segura, mas a banda larga também é uma opção, com link redundante para compensar a instabilidade.

Nobreak: são necessários para os portões e equipamentos de segurança e comunicação, para o caso de queda de energia.

 

Investimentos - 

Dependem principalmente das quantidades de portas, portões, câmeras e dos tipos de biometria e estrutura de clausura. Normalmente o payback é inferior a um ano e, após amortização, o custo será menos da metade dos salários dos porteiros.

Existe também a opção de locação, o que evita o investimento inicial e garante um limite de gastos mensais, pois os custos de upgrade e reposição de equipamentos correm por conta da empresa.

 

Vantagens e riscos - 

A maior vantagem da Portaria Virtual é permitir melhor controle dos acessos ao condomínio com custo muito menor, por não demandar a presença física dos porteiros, evitando o passivo trabalhista e a preocupação com possíveis faltas e atrasos.

Ao mesmo tempo essa é também sua maior desvantagem, já que não haverá mais o porteiro que poderia, por exemplo, ajudar os idosos, pessoas com deficiência, ou até manter um ambiente mais humano e caloroso para a entrada do condomínio.

Para minimizar os riscos é essencial o envolvimento da coletividade e comprometimento com os novos procedimentos, que devem ser bem definidos e amplamente esclarecidos. Todos os moradores devem ter consciência da quebra de paradigma e cultura, pois terão de se adaptar a uma maneira diferente de acessar o local, abrindo mão do conforto e facilidades em troca de mais economia, segurança e controle.

 

Perfil do condomínio - 

Nem todos os condomínios são bons candidatos para contratarem Portaria Virtual.

Aqueles com mais de 50 apartamentos, mais de uma portaria e diversas entradas de garagem, são mais difíceis para a implantação e bom desempenho do sistema, pois a demanda pelo tempo do operador virtual acaba sendo praticamente igual (com custo até maior) do que porteiro presencial, não justificando a troca.

Por outro lado, em empreendimentos de menor porte e com poucas unidades, a folha de pagamento dos funcionários representa uma parcela maior dos custos, permitindo maior economia.

 

Cuidados com cada etapa - 

Tomada de decisão: é necessária aprovação em assembleia, cujo quórum depende da convenção do condomínio.

Contratação: a empresa deverá contar com boa infraestrutura na Central de Monitoramento, inspetores e veículos para atendimento a alarmes e pânico, além de técnicos capacitados e em número suficiente para atender rapidamente as demandas, com plantão 24h e manutenções preventivas periódicas.

Implantação: o tempo de implantação deve considerar não só a instalação dos equipamentos e infraestrutura, mas também a adaptação e engajamento dos moradores. É razoável estimar um prazo total de dois meses, mas é fundamental demandar um tempo maior no projeto e planejamento, vencendo com calma e segurança essa primeira fase, para evitar problemas previsíveis durante a implantação.

Com quem instalo?

Confie na ECOS para controlar a portaria de seu condomínio. Há mais de 20 anos executamos projetos e instalações de sistemas eletrônicos de segurança e prestamos serviços de monitoramento de alarmes, imagens e portaria virtual. Nossa Central ECOS 24H conta com inspetores em veículos para verificação imediata de alarmes e também técnicos treinados e certificados, com atuação na Grande Vitória e interior do Espírito Santo.

Fizemos um e-book especial sobre portaria virtual, clique aqui e baixe!